Home Office é regulamentado pelo Ministério Público

Opção é facultativa e só vale para quem desempenha tarefas que possam ser medidas

 

A Resolução 157 do Conselho Nacional do Ministério Público regulamentou o trabalho à distância no próprio conselho e no MP, para servidores que desempenham tarefas que possam ser medidas. A medida é facultativa. A AAJUMP (Associação dos Assistentes Jurídicos do Ministério Público) tem feito esforços para que a carreira, em breve, possa optar pelo home office. Uma mudança que beneficiaria - sem nenhuma dúvida - os servidores, o MP e a sociedade.

Segundo o IBOPE, o paulistano, por exemplo, perde, em média, 1 hora e 44 minutos por dia no trânsito. Tempo que poderia ser gasto com a família, ou com atividade física para melhorar a saúde, e em produtividade. De acordo com a FGV (Fundação Getúlio Vargas), o trânsito excessivo de São Paulo custa 40 bilhões de reais por ano. Dos quais 30 bilhões são as horas perdidas ao volante ou dentro de um ônibus. Uma pesquisa de mobilidade urbana feita pelo Metrô mostra que 12 milhões de viagens de carro são feitas por dia na região metropolitana. Para reduzir a emissão de poluição a um patamar melhor, segundo a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, seria necessário diminuir o número de viagens para 3,3 milhões. Como fazer isso? Fácil: home office!

Nossa História

Clique para conhecer um pouco mais Sobre a AAJUMP, a nossa história e nossos propósitos.

Acessar

Links Úteis

Acesse nossa lista de sites selecionados especialmente para você, tudo sempre à mão.

Acessar

Diretoria e Conselho

Saiba quem são as pessoas que compõe a nossa diretoria, quem está em sua representação.

Acessar

Convênios e Parcerias

Firmamos diversos convênios e parcerias com outras empresas para nossos associados.

Acessar

Convênios em destaque